Desafio: 21 Dias de Autoconhecimento na Prática...(Sem Firula!)

Este é o Desafio de práticas de autoconhecimento que vai te ajudar a se lembrar de quem você é.

Não estou falando daquelas histórias de coaching quântico, mentalização positiva ou Lei da Atração.

(Como Psicanalista e Mestre em Psicologia, confesso que não consigo levar essas coisas a sério).

Estou falando de uma maneira simples, direta e pé no chão para você ampliar o autoconhecimento, curar suas relações e viver uma vida que faça sentido para você.

Eu vou te apresentar um caminho AUTÊNTICO para você viver em paz com você mesma - e com as outras pessoas

Faz um bom tempo que resisto a usar frases mais chamativas como essa última.

Meu receio sempre foi o mesmo: parecer oportunista ou de alguma forma perder a credibilidade.

Eu mesmo não gosto de muitas promessas que são feitas pela internet quando o assunto envolve autoconhecimento, espiritualidade e inteligência emocional.

Mas eu decidi mudar e comecei a usar frases como a do título acima por dois motivos:

  1. Porque eu posso provar o que afirmo
  2. Porque, no momento atual, eu preciso chamar sua atenção de uma maneira mais rápida

Deixa eu começar pela 2.

Depois do início da pandemia, o estado emocional de muitas pessoas foi seriamente abalado. E eu preciso que você entenda algo muito importante.

Quando sua saúde emocional está abalada, sua capacidade de cuidar de você mesmo/a e dos outros, de trabalhar e se relacionar de maneira saudável também fica abalada.

A alegria de viver vai sendo corroída pela angústia e pela ansiedade.

Sei que isso pode parecer um pouco óbvio. A verdade é que existem feridas por trás dessa realidade de que a gente precisa cuidar de uma vez por todas.

Isso nos leva à parte 1.

Existem muitos livros de Filosofia, Psicologia, Psicanálise e Espiritualidade famosos que falam sobre Autoconhecimento e Inteligência Emocional. Livros com conteúdos extraordinários. Livros que eu li e reli, estudei e, sempre que era o caso, coloquei em prática na minha própria vida.

E temos aí um sério problema…

A grande maioria não encontra a paz e o equilíbrio porque não consegue enxergar exatamente o que pode ser feito

Eu preciso que você preste muita atenção no que eu vou compartilhar com você nas próximas linhas. 

Talvez você tenha uma grande sacada e finalmente entenda por que mesmo depois de tantos especialistas, livros e vídeos sobre crescimento pessoal e saúde emocional, tanta gente ainda se sente perdida e desamparada.

Eu peço que você lembre um pouco da sua época da escola.

Você assistia às aulas, estudava os livros e aí tinha o momento da prova. Ali você mostrava para os professores e para os seus pais se tinha aprendido a matéria – ou decorado as respostas.

Sua nota podia ir de 0 até 10. Para passar, a média era geralmente 7.

Pois bem: quando o assunto é nossa vida interior, a coisa não é bem assim.

A maioria das pessoas até lê um tanto de livros de auto-ajuda, assiste entrevistas com especialistas e passa por treinamentos, mas não consegue encontrar um caminho realista para validar esse conhecimento.

Não consegue realmente mudar de vida.

Em outras palavras: como colocar em prática, na vida real, as mudanças que a gente tanto deseja realizar?

Como ter certeza de que você não está apenas se enganando?

É aí que está o problema.

Uma parte dos livros explica apenas os conceitos ou foca demais na parte teórica. A gente tem dificuldade de aplicar aquilo na vida real.

E a maior parte dos livros e vídeos que focam na parte prática acabam fazendo isso de forma imprecisa ou superficial.

Falta método.

Além disso, a maioria do conteúdo sobre autoconhecimento e saúde emocional foi escrita há muitos e muitos anos, antes deste contexto terrível de pandemia que nos assombra.

Muitos deles foram escritos em um mundo onde nem existia internet, celular e globalização.

Ou seja, em um contexto completamente diferente, bem menos complexo, em que existiam muito menos distrações.

Naqueles tempos, era bem mais fácil lidar com as próprias emoções e viver uma vida equilibrada, sem tanta ansiedade e depressão.

Imagine um tempo em que as pessoas liam jornais ou ouviam o rádio para se informar… ou apenas para passar o tempo.

Um tempo em que sobrava tempo.

Em que a vida tinha um script definido: escola, vestibular, faculdade, emprego, casamento, aposentadoria.

As coisas eram bem mais simples.

E hoje? Hoje vivemos em um mundo de hiperexcitação. Somos bombardeados com todo tipo de informação o tempo todo. Temos que tomar pequenas decisões uma atrás da outra, sem sossego.

Todo mundo procrastina.

O país totalmente polarizado. E tanta gente querida morrendo de Covid.

Como não se desestabilizar no meio disso tudo?

Como cultivar a força interna de uma mente clara e um coração aberto?

Como sermos nós mesmos a mudança que queremos para o mundo?

Foi exatamente por toda essa conjuntura atual que decidi criar o Desafio de Autoconhecimento.

Estou apostando que será uma das experiências mais objetivas, profundas e até divertidas que você vai ter este ano.

Este Desafio vai ser uma jornada passo-a-passo que você será capaz de seguir na sua casa, no seu próprio ritmo, sem complicações.

Como já tive uma experiência incrível com esse mesmo desafio, com mais de 300 participantes, chego a duvidar que ao final você não esteja totalmente impactada com a experiência.

Deixa eu te dar mais detalhes sobre como vai funcionar esse desafio. 

Vou te contar por que eu escolhi esse formato, como você deve se preparar e o que você pode esperar.

Afinal, o que é um Desafio?

Um Desafio é diferente de um curso. Acredito que é isso que torna os desafios tão especiais.

Ao invés de um monte de teoria, que só aumenta o volume de informação, mas não muda a vida, o Desafio de 21 Dias de Autoconhecimento é totalmente prático.

É algo que você pode testar e aplicar imediatamente na sua vida, com foco em transformação real.

Cada desafio constrói sobre o desafio anterior. Ao final dos 21 dias, você terá criado uma nova maneira de se relacionar com você mesmo/a, com sua rotina, com o mundo e com os outros.

Seus pensamentos, sentimentos e ações se tornarão mais alinhados.

Fora que tem um ponto bem divertido: você só descobre qual vai ser o próximo desafio no dia de realizá-lo. É sempre uma surpresa.

Como vai funcionar, na prática?

Vou enviar três desafios novos por semana, sempre às segundas, quartas e sextas.

O total, obviamente, será de 21 dias. Ou seja, completamos o ciclo todo em 7 semanas.

Para registrar cada tarefa, sugiro uma das seguintes opções.

Você pode usar:

  • Um caderno especial, que você vai dedicar apenas para pensamentos, reflexões e anotações pessoais
  • Um aplicativo de celular que funcione como um diário (recomendo Journal ou Grid Diary, para Android)

Os desafios são atividades rápidas e práticas, que você pode realizar na sua casa mesmo, no melhor horário para você, com recursos simples.

Eles vão te ajudar, entre outras coisas, a:

  • Investigar o que realmente importa na vida.
  • Determinar sua Esfera de Ação
  • Olhar para o que está ruim na sua vida sem recriminação
  • Retomar acontecimentos marcantes
  • Sair da escassez e cultivar um olhar de abundância
  • Entrar em contato com seus sonhos
  • Pedir e oferecer ajuda
  • Identificar quem são as pessoas que te inspiram
  • Sair do modo operacional e entrar em modo estratégico e criativo
  • Reescrever seu futuro

Bom, acho que isso é tudo. Caso você tenha qualquer dúvida ou dificuldade durante  o desafio, vou te passar meu email pessoal para você entrar em contato diretamente comigo, ok?

Nos vemos por lá!